quinta-feira, novembro 26, 2009

Sinopse

Perdi-me dentro de mim,
Porque eu era labirinto.
E hoje quando me sinto,
É com saudades de mim.
Mário de Sá Carneiro

1 comentário:

Lorrainy disse...

gostei. do seu texto.
rsrs e da sua pinta. perto da boca que é identica a minha.